Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Dramas de uma paranóica

Dramas de uma paranóica

21
Fev21

mês do cacete

Uma paranóica

Sem me aperceber, hoje já é dia 21 de fevereiro e faz exactamente um mês desde que o meu avô faleceu. O que eu nunca cheguei a escrever aqui é que exactamente três dias depois a minha avó faleceu também. Não aguentou ficar sem ele..

Tenho estado okay. Sem me aperceber, o tempo passou a uma velocidade surpreendente e afundei-me em tudo o que me permitisse não pensar em nada.

Trabalhar que nem uma desgraçada a um ponto de ficar 147% consumida pelo trabalho? Check

Acabar o workshop inicial do SheCodes e inscrever-me nos dois níveis a seguir porque estou de tal forma consumida com a ideia de trabalhar e progredir que agora decidi que quero mudar de carreira o mais depressa possível? Double check

Ao mesmo tempo, afastar-me de toda a gente e perder a vontade de socializar (ainda que virtualmente)? Também.

Ao nível das minhas amigas tudo ok, elas entendem e todas temos fases assim em que estamos mais afastadas, ainda para mais tenho estado a fazer noites há 3 semanas (por opção)! Agora, há um outro tópico não é? 

Nem sei como dizer isto porque sinceramente até parece mentira, mas lembram-se da pessoa que conheci no Twitter (já não me lembro que nome falso lhe dei) e que nos íamos ver mas entrou o confinamento e por isso começámos a ter dates virtuais e a fazer chamadas todas as noites (apesar de que acho que nunca tinha referido esta última parte aqui no blog sequer)?


Bem... sinto que perdi o interesse. Eu sei, é horrível, não sei por que é que continuo a conhecer pessoas sequer e a ficar entusiasmada quando no fim acontece sempre a mesma coisa e acabo só por me afastar.

Não sei, não sei explicar, não sei se é porque estamos todos fechados em casa e a coisa não avança, não sei se sou eu mesma que tenho um problema qualquer no cérebro que me impede de desenvolver uma relação com alguém, não sei se tenho algum fear of commitment, mas isto está constantemente a acontecer e olhem, não sei o que fazer. Simplesmente não sei.

Pronto, é isto. No fundo só queria vir aqui desabafar, tentar raciocinar minimamente, sei lá. Olhem, sei lá. 

Que drama.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub